De acordo com investidores, Victoria’s Secret precisa de mais mulheres



12 de setembro de 2019
por: Marcela Leone

A Victoria’s Secret foi fundada por um homem que sentiu necessidade de um ambiente mais confortável para comprar lingerie para sua mulher. Não dá para dizer que não foi uma boa ideia, afinal trata-se da maior empresa de moda íntima dos Estados Unidos.

Porém, claramente em crise, a marca está tentando se renovar. Segundo os investidores da VS, a principal transformação seria de gênero: a empresa precisa de mais executivas mulheres.

No última terça-feira, 10.09, a L Brands apresentou quais são seus planos futuros para a transformação da Victoria’s Secret — que se baseiam em mais inclusão e a reformulação das ações de marketing.

Porém, os acionistas da marca não perderam a oportunidade de destacar que a companhia precisa de mais mulheres. Dos 11 palestrantes durante o evento da L Brands, apenas três eram mulheres. E apenas uma fez uma apresentação: Amy Hauk, CEO da linha Pink da Victoria’s Secret.

Em outras ocasiões, os homens podem ter sido os responsáveis por fazerem empresas que vendem às mulheres cases de sucesso. Mas agora, com consumidoras muito mais exigentes e cheias de voz, uma staff feminina faria diferença. Pelo menos é o que pensam os acionistas da VS.

Foto: reprodução 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.