Lingeries para adolescentes: como produzir para jovens consumidoras



30 de abril de 2019
por: Marcela Leone

Você deve lembrar, ou ter ouvido falar, daquele comercial super famoso da Valisere intitulado Meu primeiro sutiã.

A peça publicitária, que fez bastante sucesso, falava diretamente com o público de pré-adolescentes, e mostrou a relevância desse nicho de mercado muitas vezes esquecido – não é incomum vermos que as peças de lingerie para meninas têm apenas pequenos espaços destinados nas lojas, com poucas opções.

Pensando em quem produz ou deseja produzir para esse nicho, reunimos uma série de dicas para criar coleções de sucesso de roupas íntimas para adolescentes. Confira agora!

O conforto é fundamental

Quem produz para essas jovens consumidoras, sabe que a adolescência é uma fase de transição bem específica de mudanças no corpo e indefinições. Não é qualquer peça que cai bem ou que é adequada à mistura de momentos comportados com os de pura molecagem.

Por isso, as primeiras lingeries de uma menina, precisam ser confortáveis para que a peça se ajuste ao corpo e ao seus movimentos. Recortes mais simples, sem muitos detalhes são os mais indicados.

O uso de rendas, alças finas, recortes e aplicações são mais indicados para o período pós-puberdade, após os 14 ou 15 anos.

Para acertar na confecção de peças confortáveis, fique atento:

– A modelagem precisa permitir o movimento sem incomodar e apertar.

– Cuidado com as costuras e aviamentos como aros! Eles não podem ferir a pele. Lembre-se que está produzindo peças para quem ainda não está acostumada a usá-las.

– Atenção à escolha dos tecidos. Os de algodão são os melhores para calcinhas e absorvem bem o suor, já os de poliamida e elastano são boas opções para quem não precisa ainda de sustentação reforçada no busto.

– Os bojos podem ser adotados sem medo, principalmente nas peças destinadas às meninas mais velhas ou com seios maiores.

Os modelos de sutiãs e tops

Na hora de escolher os primeiros sutiãs, as meninas costumam levar em consideração a discrição, por isso modelos simples e com cores discretas são os preferidos para produzir lingerie para adolescentes, como os que selecionamos a seguir:

O uso de tops nessa idade é bastante popular, pois eles são menos chamativos como peça íntima e mais confortáveis, além de servirem perfeitamente tanto para o dia a dia quanto para atividades físicas.

Confira abaixo nossa seleção e inspire-se!

Os modelos de calcinhas

Nessa idade, as melhores modelagens são a calcinha biquíni ou a tanga. Com laterais mais largas, elas não apertam nem marcam demais a pele.

As peças com elástico aparente na base são bastante populares e deixam a calcinha com um visual super estiloso.

Os modelos caleçon, que lembram a cueca box masculina, são muito procurados por oferecerem conforto, segurança e serem calcinhas descoladas, tudo ao mesmo tempo!

Lembre-se: meninas não querem parecer adultas, e muito menos crianças – a intenção é parecer jovem. Por isso é importante conhecer as preferências e os interesses culturais das gerações de adolescentes atuais para produzir conforme o desejo delas. Isso inclui observar como se vestem os personagens que elas admiram, qual o estilo musical em alta e como elas se comportam.

Fonte: Zanotti | Fotos: reprodução 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.